Quanto custa ter um filho?

Quanto custa ter um filho?

Custos do enxoval e bens para o bebé, por mês e por ano

Quanto custa, por mês, ter um bebé? E qual é o custo do enxoval inicial para um bebé? Muitas mulheres – e homens, também – precisam de pensar nestas questões financeiras quando descobrem uma gravidez, talvez não planeada. Neste artigo vai poder informar-se sobre as várias despesas necessárias durante o primeiro ano de vida de um bebé.

Nota: os preços que vamos aqui apresentar referem-se a produtos básicos de baixo custo, e representam uma estimativa.

 

Enxoval do bebé – quais são os custos?

O equipamento inicial de um bebé e os seus custos dependem de vários fatores:

  • Este bebé é o primeiro filho, ou ele vai poder herdar algum carrinho de bebé, cadeira da papa ou outros produtos semelhantes?
  • Por vezes algumas mulheres optam por uma lógica mais ecológica, preferindo reutilizar alguns produtos.  Quantas coisas poderá obter de familiares ou amigos, ou lojas de produtos em segunda mão?

No quadro abaixo vai encontrar os custos aproximados de vários produtos do enxoval de um bebé em primeira mão. Contudo, como já referimos, também é possível conseguir alguns destes itens a preços mais reduzidos em plataformas como o OLX ou lojas como a Kid to Kid ou Babyloop.  As despesas regulares não são consideradas aqui, mas apenas o equipamento inicial essencial:

Carrinho de bebé com ovo (duo)

A partir de 180 euros

Cadeira da papa

A partir de 15 euros

Berço

A partir de 70 euros

Colchão

A partir de 15 euros

 

 

Lençóis de berço

A partir de 12 euros (2 conjuntos)

Toalhas de banho

A partir de 14 euros (2 unidades)

Banheira de bebé

A partir de 7 euros

Trocador muda-fraldas

A partir de 30 euros

Alimentação (babetes, biberons, esterilizadores)

Cerca de 50 euros

Roupas

Cerca de 100 euros

 

 

Total:

 493 euros

 

Quanto custa ter um filho, por mês e por ano?

Em média, quanto vou gastar por mês durante o primeiro ano de vida do meu filho? Os quadros abaixo podem dar-lhe uma estimativa.

 

CUSTOS MENSAIS DE UM BEBÉ

O custo de uma criança por mês depende da sua idade, bem como de vários outros fatores. Todas as compras únicas, como mobília ou brinquedos, não estão aqui incluídas. Todos os valores desta tabela referem-se a um gasto mensal.

Fraldas (considerando 6 por dia)

Cerca de 30 euros

Produtos de higiene (toalhitas, cremes...)

Cerca de 10 euros

Comida (a partir dos 6 meses)

Cerca 35 euros*

Total quando há amamentação:

Cerca de 75 euros

Custos adicionais sem amamentação: latas de leite

Cerca de 40 euros**

Total quando não há amamentação:

Cerca de 135 euros

*Nota: Este cálculo é baseado na versão mais económica possível, ou seja, não recorrendo a refeições de bebé já prontas, mas considerando refeições caseiras, fruta preparada em casa...
**Este valor pode variar, sendo mais elevado nos primeiros meses, e mais reduzido a partir dos 4 meses, quando se começa a introduzir outros alimentos.

 

CUSTOS DE UM BEBÉ, NO PRIMEIRO ANO DE VIDA

O cálculo dos custos com um bebé é mais significativo quando é calculado durante um ano, dado que os gastos únicos também são considerados.

Enxoval e equipamento inicial 

Cerca de 493 euros

Higiene:
Fraldas - € 360, toalhitas e banho – 120

Cerca de 480 euros

Alimentação:
A partir do 6.º mês, lanches, papas, refeições...

Cerca de 210 euros

Produtos de amamentação:
Almofada de amamentação, soutiens de amamentação

Cerca de 60 euros

Outros produtos:

termómetro, chupetas, biberons...

Cerca de 40 euros

Brinquedos de bebé

Cerca de 60 euros

Vestuário:
Baby-grows, roupa interior, calças, casacos, pijamas, gorros, ...

Cerca de 300 euros

(O preço varia bastante, em função do que lhe é oferecido, comprado em segunda mão...) 

Leite artificial (quando não há amamentação)

Cerca de 400 euros

Total:

Cerca de 1643 euros

Total sem amamentação:

Cerca de 2043 euros

 

Poupanças e ideias para si:

  1. Planos a longo prazo
    Se precisar de comprar produtos mais caros que deverão também ter alguma qualidade, pode ser útil planear a longo prazo e procurar mais informação. Assim, poderá ser possível tirar um maior partido de eventuais promoções. 
  2. Os presentes de bebé mais populares
    Muitas vezes são oferecidos brinquedos aos bebés. Porque não fazer uma lista de presentes numa loja, ou criar uma lista de desejos online? Desse modo, os seus amigos e a sua família podem oferecer aquilo que ainda não tem, sem se repetirem. E você recebe aquilo que quer e que será realmente útil ao seu bebé. 
  3. Menos é mais

    Em particular durante o seu primeiro ano de vida, um bebé precisa de poucos produtos de higiene. Não é essencial comprar todos os produtos diferentes que se encontram na prateleira do supermercado. Um pano lavável e um óleo de bebé de qualidade em vez de toalhitas também são uma opção válida. 
  4. Cozinhe você mesma – poupe dinheiro
    Também é possível poupar bastante se evitar comprar refeições de bebé já prontas, e, em vez disso, prepará-las em casa. Além disso, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, é recomendada a amamentação exclusiva até aos 6 meses. Se esta opção for possível para si, a alimentação do bebé não terá nenhum custo durante meio ano.
  5. Mobília: é obrigatório ser nova?
    Ao preparar a vinda do bebé, pode ajudar pensar que “ser novo não é algo essencial!”: muitas coisas podem ser compradas usadas a um preço mais barato, ou, então, é possível herdá-las de amigos e familiares. 
  6. Roupa de bebé para o futuro

    Antes do nascimento, você pode pedir que lhe ofereçam também roupas de bebé de tamanhos maiores: as de recém-nascido vão deixar de servir passado poucas semanas.

 

Preocupações financeiras? Existe ajuda!

Talvez se sinta alarmada com todos os custos iniciais. Pode ser reconfortante saber que existem apoios ao nível financeiro: por exemplo, o abono pré-natal ou abono de família. Além disso, é possível obter apoios específicos para situações específicas. Informe-se aqui sobre eventuais apoios.

Existem também várias opções, algumas já referidas acima, que permitem poupar dinheiro – reduzindo os gastos ao mínimo possível.

Se engravidou sem estar à espera e se sente preocupada com questões mais específicas, ou se precisa apenas de alguém que oiça com disponibilidade a sua situação, a nossa equipa de counsellors está à sua disposição.

Pode contactar-nos das seguintes maneiras:

 

Outros artigos interessantes:

Considera que a informação neste artigo foi útil?