Grávida apesar do coito interrompido

Grávida apesar do coito interrompido

259619195 | gpointstudio | shutterstock.com

Porque se pode engravidar, mesmo tendo cuidado?

💧Será que posso engravidar com o líquido pré-ejaculatório, coito interrompido e afins? – Faça aqui o teste

Interromper a relação sexual antes da ejaculação, com o objetivo de evitar uma gravidez, é um método conhecido como coito interrompido. Existem várias formas de mencionar este método, tais como: ter cuidado, retirar/interromper a tempo, etc. Porém, é relativamente comum engravidar desta maneira, por exemplo, devido ao líquido seminal, ou pré-ejaculatório. Vamos procurar explicar aqui porquê e com que frequência isto acontece!

    🤰🏻 Será que estou grávida? – Faça o Teste de Gravidez Online

    Será que posso engravidar com o líquido pré-ejaculatório, coito interrompido e afins? – Teste para si!

    Este é um assunto que a preocupa? Se desejar, pode introduzir aqui algumas informações sobre a sua situação pessoal.De seguida irá receber uma análise de acompanhamento diretamente no seu ecrã!

    O que é o método do coito interrompido?

    No coito interrompido, como o nome indica, a relação sexual é interrompida quando o homem retira o pénis antes da ejaculação, ou orgasmo masculino.

    O objetivo é impedir a ejaculação e a consequente libertação de espermatozoides no organismo feminino, para que nenhum óvulo seja fecundado.

    Probabilidade de engravidar com a prática do coito interrompido

    Estatisticamente falando, o coito interrompido não é o método mais fiável para evitar uma gravidez. Podemos constatar esta afirmação através do índice de Pearl, que mede a fiabilidade dos métodos contracetivos: em cada 100 mulheres que utilizam este método durante um ano, entre 4 (uso correto) a 22 (uso típico) acabam por engravidar*.

    *Valores referidos no Consenso Sobre Contraceção 2020, disponível no site da Sociedade Portuguesa da Contraceção.

    Porque é possível engravidar mesmo sem ejaculação?

    Existem três explicações principais para uma mulher poder engravidar com a prática do coito interrompido.

    1. O momento

    A capacidade de interromper uma relação sexual no momento certo – ou seja, antes da ejaculação – requer um grande autodomínio e um bom conhecimento do próprio corpo. No êxtase sexual, por exemplo, é muito difícil interromper a tempo. Portanto, a probabilidade de engravidar é bastante elevada.

    2. Bastam alguns espermatozoides

    O líquido seminal, ou pré-ejaculatório, pode ser produzido durante a excitação sexual. Este fluido forma-se na glândula bulbouretral, também conhecida como glândula de Cowper. Esta glândula é responsável por preparar a uretra durante o ato sexual para uma possível ejaculação. O que significa que esteriliza, limpa e neutraliza o pH para que o esperma não seja contaminado e os espermatozoides possam sobreviver.
    O líquido seminal, ou pré-ejaculatório, forma-se, portanto, mesmo antes de um orgasmo.

    Uma vez que o líquido seminal não provém dos testículos, na realidade não contém esperma. Mas o esperma de uma ejaculação anterior pode ser expelido juntamente com o líquido seminal. Além disso, os primeiros espermatozoides do epidídimo podem entrar no canal deferente durante a excitação sexual e depois sair juntamente com o líquido pré-ejaculatório.

    Portanto, é possível ocorrer uma gravidez mesmo sem ejaculação. Embora a probabilidade seja menor, existem inúmeras gravidezes que ocorrem desta forma.

    3. Perto demais

    Mesmo que o homem tenha ejaculado fora da vagina, os espermatozoides podem ter entrado em contacto com o muco cervical. Este forma-se nos dias férteis da mulher e também pode ser encontrado na área genital externa (entrada vaginal).
    Caso contrário, os espermatozoides morrem rapidamente no ar, na pele ou em contacto com água, pois precisam desse muco para sobreviver.

    Assim sendo, se os espermatozoides entrarem em contacto com o muco cervical, não é totalmente impossível que entrem na vagina. A probabilidade de engravidar desta forma é muito baixa, mas teoricamente possível.

    Receia ter engravidado apesar de ter interrompido a relação sexual?

    Talvez tenha escolhido ler este artigo por ter receio de estar grávida, apesar de terem tido o cuidado de interromper o coito. É perfeitamente compreensível que esta incerteza desperte em si muitas dúvidas e preocupações.

    Talvez a ajude procurar respirar fundo diante desta situação desconcertante e, depois, dar um passo de cada vez.

    • Dica: 🤰 Faça o Teste de Gravidez Online e receberá uma análise instantânea e personalizada. Se desejar, também pode conversar com uma das nossas counsellors.

    Experiências e testemunhos

    • "Tive a menstruação de 9 a 13 de junho e tive relações com o meu marido duas vezes durante esses dias, sem contraceção. Tivemos novamente relações a 16 de junho mas interrompemos antes da ejaculação(...). Agora estou com um atraso menstrual de alguns dias e sinto dores abdominais. (...) Esta manhã estava ansiosa e fiz um teste de gravidez, apesar de ainda ser cedo demais. O resultado foi negativo. Será que, ainda assim, é possível estar grávida?"
    • "O pai da criança não voltou a contactar-me. Como disse anteriormente, ele já tem 3 filhos de 3 mulheres diferentes. Mas ele não acredita na contraceção, utiliza o método do coito interrompido(...). A minha família está a pressionar-me, o meu filho quer um irmão, e eu tenho medo..."

    Estes testemunhos foram partilhados no fórum da profemina (em língua alemã).
    (1. Fonte, 2. Fonte)

    Gravidez não planeada após coito interrompido. E agora?

    Uma gravidez inesperada, depois de uma relação sexual em que teve cuidado, pode despertar uma "tempestade interior" de preocupações, ideias e emoções contraditórias. Se está nesta situação, é importante sentir-se livre para demorar todo o tempo que precisar até tomar uma decisão.

    Se para si o aborto é uma opção, pode estar interessada nas seguintes ligações:

    Outros artigos interessantes:

    Considera que a informação neste artigo foi útil?