Todas as informações Grávida apesar da pílula

Grávida apesar da pílula

1339397660 | fizkes | shutterstock.com

É possível engravidar mesmo estando a tomar a pílula?

Ideias principais:

  • Sim, existem mulheres que engravidam mesmo estando a tomar a pílula
  • É possível engravidar apesar de estar a tomar a pílula por várias razões: devido a erros na toma da pílula ou por ineficácia do fármaco.
  • Também é possível engravidar durante o intervalo da pílula ou apesar da dupla contracepção.

Neste artigo poderá compreender as razões e a probabilidade de surgir uma gravidez nestas circunstâncias.

Sugestão:

🤰Será que estou grávida? – Faça o Teste de Gravidez Online

👤 Como pode a sua personalidade influenciar a sua gravidez? Faça o Teste de Personalidade

Informação geral: causas e probabilidade

Para responder à questão “posso estar grávida apesar de estar a tomar a pílula?” é preciso distinguir dois aspetos importantes:

  1. Tomei a pílula da maneira correta? (o chamado "uso perfeito")
  2. Ou tomei a pílula como muitas vezes acontece no dia a dia, ou seja, de forma rotineira e, por vezes, com alguns descuidos? (o chamado "uso típico")

ℹ️ Nota importante: em ambos os casos, é possível engravidar. No entanto, a probabilidade é, obviamente, diferente. No quadro abaixo pode ver quão alta é essa probabilidade:

Pílula: gravidez e uso perfeito

Pílula: gravidez e uso típico

Probabilidade de engravidar

Índice de Pearl: 0,3* (menos de uma mulher durante um ano, a cada 100)

Falhas por uso incorreto: até 9* (9 mulheres em cada 100, durante um ano)

Razões para engravidar

falta de efeito de medicação

  • Esquecimento: tomar demasiado tarde ou acabar por não tomar
  • Vómitos ou diarreia
  • Toma de outros medicamentos que anulam o efeito da pílula

*Valores referidos no Consenso Sobre Contraceção 2020, disponível no site da Sociedade Portuguesa da Contraceção.

Engravidar apesar do uso perfeito da pílula

O Índice de Pearl indica a segurança de um método contracetivo. Utilizando a pílula de modo perfeito, esta apresenta um índice de 0.3. Isto significa que, em mil mulheres que vão utilizar a pílula durante um ano, três irão engravidar. Pode existir uma ligeira variação segundo os diferentes tipos de pílulas contracetivas.

Tal como noutros fármacos, o efeito desejado não ocorre em 100% dos casos. Mesmo que a pílula seja tomada corretamente, em alguns casos raros, pode não ser eficaz.

Gravidez e uso típico

Não é muito fácil tomar um comprimido de forma correta. É por isso que os investigadores comparam os efeitos do uso perfeito e teórico da pílula com os do modo típico ou habitual de a tomar. Isto explica porque, na realidade, a probabilidade de engravidar estando a tomar a pílula acaba por ser muito maior do que o esperado.

Esta incerteza quanto à utilização correta da pílula deve-se às várias limitações humanas.

Algumas doenças e medicamentos podem afetar a eficácia da pílula.

  • Esquecimento:
    Existem várias situações em que se percebe facilmente que uma mulher se esqueça de tomar a pílula, seja nas férias, numa festa ou em outras ocasiões. Às vezes, a pílula é tomada na altura errada. Dependendo do tipo de pílula, isto pode interferir com a sua eficácia. Às vezes basta que a mulher se esqueça de tomar a pílula uma única vez para poder engravidar
  • Doença:
    Às vezes basta um problema gastrointestinal para reduzir a eficácia da pílula, pois este tipo de problema pode impedir a correta absorção da substância ativa pelo organismo
  • Interação com outros medicamentos:
    O facto de estar a tomar outros medicamentos também pode causar alguma desorganização no seu organismo e, por isso, levar a uma gravidez mesmo estando a tomar a pílula. Isto acontece, sobretudo, com a toma de antibióticos, embora outros medicamentos também possam interferir com a eficácia da pílula.

Com todos estes imprevistos normais e humanos, muito difíceis de controlar para qualquer mulher, o risco de uma gravidez torna-se mais presente. Se a pílula for tomada de modo típico, o risco de engravidar vai até 9 no Índice de Pearl. Ou seja, 9 em 100 mulheres podem engravidar durante um ano, estando a tomar a pílula, ou seja, em cada 11 mulheres, há uma que engravida.

Grávida durante o intervalo da pílula?

É possível engravidar durante a pausa da pílula, isto é, durante a hemorragia que corresponde aos dias em que não é tomada? Resposta: sim, é possível. Mas não é mais provável do que em qualquer outra altura do ciclo.

Basicamente, a probabilidade de engravidar estando a tomar a pílula é a mesma em qualquer altura do ciclo. O risco de engravidar durante a hemorragia é igual ao risco de engravidar depois desta.

Engravidar apesar da contracepção dupla?

Dois métodos ao mesmo tempo, e ainda assim o teste dá positivo? É possível engravidar estando a usar preservativo e pílula ao mesmo tempo? Sim, é possível engravidar estando a fazer os dois tipos de contraceção em simultâneo, mesmo se o risco se torna, evidentemente, mais reduzido.

O Índice de Pearl é consideravelmente mais elevado no caso do preservativo, do que no caso da pílula: varia entre 2 e 18. No artigo Grávida apesar do preservativo pode informar-se detalhadamente sobre as razões para estas falhas acontecerem e qual a probabilidade.

Tal como indica o Índice de Pearl, nenhum dos dois métodos contracetivos oferece uma garantia de 100% contra uma gravidez não planeada. Se a pílula for tomada de modo incorreto, a mulher pode ovular. Quando isto acontece, existe a possibilidade de engravidar. Se, nessa altura, a mulher tiver relações sexuais e utilizar um preservativo defeituoso, é possível que ela engravide, apesar deste duplo cuidado.

Estou grávida apesar da pílula?

Sintomas de gravidez ou ausência de hemorragia pode ter várias causas.

Tem alguns sintomas de gravidez? Normalmente isto é muito perturbador para uma mulher que confiava na eficácia da pílula enquanto contracetivo. Deixamos aqui algumas ideias sobre como lidar com essa incerteza:

  1. Antes de mais, sentir sintomas típicos da gravidez não significa, obrigatoriamente, que está grávida. Alguns efeitos secundários da pílula são semelhantes aos sintomas da gravidez. A ausência de hemorragia também pode estar relacionada com a pílula e não é necessariamente um sinal de que está grávida. Convém começar por ter a certeza que está grávida Um teste de farmácia pode ser um bom primeiro passo.
  2. 2. Se prefere não fazer logo um teste à urina nem quer ir já ao médico, sinta-se à vontade para fazer o nosso Teste de Gravidez Online! Receberá uma análise imediata e, se desejar, também pode receber uma resposta individual de uma counsellor da nossa equipa.
  3. Seja qual for o caso, tente respirar fundo e não queira resolver tudo de uma vez. Mesmo que esteja grávida, provavelmente ainda tem bastante tempo até ter de tomar uma decisão. Lembre-se que basta um pequeno passo de cada vez!

Gravidez não planeada apesar da pílula. E agora?

Mesmo estando a tomar a pílula, já fez um teste de gravidez que deu positivo?

Provavelmente isto é uma grande surpresa para si, e sente que lhe puxaram o tapete debaixo dos pés. Deixamos aqui algumas ideias sobre o que há, agora, a fazer:

  1. ⏳ É recomendável dar-se algum tempo a si própria. São tantas as vezes em que as mulheres que acompanhamos nos dizem que, olhando para trás, foi este o ponto que mais as ajudou a tomar uma boa decisão... provavelmente ainda tem muito tempo para decidir o que fazer. Informe-se aqui sobre até quando pode tomar uma decisão!
  2. 👥 Talvez lhe faça bem tentar partilhar com alguém o que está a viver. Tem alguém em quem confie e a possa apoiar?
  3. 👩‍💻 Contacte-nos por escrito, por telefone ou por WhatsApp!
  4. 🍷🚬 Sente-se preocupada por ter fumado, bebido ou consumido alguma outra substância antes de saber que estava grávida? Informe-se aqui sobre o nível de risco que isso representa para a sua gravidez.

Outros artigos interessantes:

Considera que a informação neste artigo foi útil?